Categoria: População

Postado em 28/05/2017 10:34:22

Seu presidente se o momento que o Brasil vive exige reformas,
e é isto que dizemos a população, fica impossível justificar
porque que não tratamos da reforma da máquina publica
e do custo desta máquina.
Se o remédio é amargo, é difícil compreender porque o trabalhador
rural tem que tomar este remédio e o político não...
Porque muitas vezes seu presidente quando um filho está doente
o pai ou a mãe antes de dar o remédio amargo ao filho
toma um pouco deste remédio para dizer que está junto
e encorajar o filho a enfrentar a dificuldade...
A diferença no nosso caso nesta insistência
de não tratar da reforma da máquina publica são duas:
Primeiro é que o pai toma o remédio estando saudável...
E a principal doença está aqui, depois, é que não é o povo
que tem que obedecer aos políticos, somos nós políticos
que precisamos obedecer ao povo.
E ai a gente vai dando sinais a população que não vai ser tratado isto,
Da reforma da máquina publica, e a população não aceita mais...
E ai a gente achando que o tempo é que vai acalmar o país,
E não vai acalmar, a gente precisa tratar de temas que beiram a
obviedade, da exigência da população.
Não dá para pedir equilíbrio à população quando a gente
vive banhado em distorções da máquina publica....
Debate intensivo nisto...


Pedro Cunha Lima



Página 1 de 1

Procurar Pensamentos / Poesias

Imagens Aleatorias


visitantes